Toyota e Cruz Vermelha Japonesa iniciam demonstração de primeira clínica móvel de veículo elétrico a pilha de combustível

Toyota e Cruz Vermelha Japonesa iniciam demonstração de primeira clínica móvel de veículo elétrico a pilha de combustível

Categoria Advisor, Empresas

A Toyota Motor Corporation (Toyota) e a Cruz Vermelha Japonesa de Kumamoto já anunciaram que vão iniciar a demonstração da “primeira clínica móvel de um veículo elétrico a pilha de combustível do mundo (clínica móvel FCEV)” que usa hidrogénio para “gerar eletricidade”: a unidade estará ao serviço no verão de 2021 no Japão”, lê-se num comunicado.

As organizações pretendem “confirmar a eficácia de um veículo comercial elétrico a pilha de combustível (FCEV – Fuel Cell Electric Vehicle) nas áreas da medicina e contramedidas contra desastres naturais, e para alcançar a neutralidade carbónica”, precisa o comunicado divulgado pela Toyota. Ao desenvolver um modelo operacional de uma clínica móvel FCEV para utilização durante tempos normais e tempos de desastre, ambas as organizações mostram as “vantagens deste veículo na redução das emissões de CO2 para ajudar a prevenir o aquecimento global”, destacam.

Tufões, chuvas fortes e outros desastres naturais tornaram-se cada vez mais frequentes nos últimos anos no Japão, causando não só cortes de energia em residências e centros de evacuação, mas também aumentando a necessidade de serviços médicos nas áreas afetadas pelo desastre. Baseada nesta situação, a Toyota tem trabalhado com o Hospital Kumamoto da Cruz Vermelha japonesa desde o verão de 2020 para analisar como é que essas questões poderiam ser tratadas. Como resultado, as duas organizações concordaram em “contribuir para a solução de problemas associados a desastres naturais, socorro e fornecimento de energia”, sendo que o resultado foi uma “clínica móvel FCEV” que pode ser usada para “fornecer serviços médicos durante tempos normais”, e também, “para apoiar esforços de socorro em tempos de desastre, enquanto presta socorro e fornece eletricidade às áreas afetadas”, diz o comunicado.

A Toyota desenvolveu a clínica móvel FCEV com base no seu miniautocarro Coaster, usando o sistema de pilha de combustível Toyota, do Toyota Mirai, como fonte de alimentação. Segundo a marca, na estrada, a unidade móvel exibe um “desempenho ambiental superior sem emissões de CO2 ou outras substâncias (SoC -Substances of Concern)”, ao mesmo tempo que “oferece uma experiência de condução silenciosa e confortável”. Com várias tomadas, não só dentro do veículo, como também no exterior, o veículo é capaz de “fornecer eletricidade para uma variedade de produtos elétricos”, refere. Além disso, está equipado com um “sistema de fonte de alimentação elétrica DC externo que fornece uma fonte de alimentação de alta capacidade (saída máxima de 9 kW, capacidade de alimentação de aproximadamente 90 kWh)”. Já no interior, o veículo “combina ar condicionado com sistema de exaustão e filtro HEPA para melhorar o controlo de infeção dos ocupantes”, refere a Toyota.

Segundo o mesmo comunicado, os testes de demonstração procuram o “rápido fornecimento de energia segura no combate a desastres naturais, com vista à utilização eficaz das capacidades de fornecimento de energia do veículo em ambientes médicos e áreas afetadas por situações de emergência”. Além do fornecimento de eletricidade e transporte de pacientes, “a clínica móvel FCEV tem potencial para uma ampla gama de serviços de saúde, como unidade de doação de sangue e exames médicos, viajando para áreas menos populosas como clínica móvel e, na atual situação pandémica, como unidade móvel de testes PCR”, refere a Toyota.