Trinta nadadores em defesa do mar Morto

Trinta nadadores em defesa do mar Morto

Trinta nadadores de diferentes nações – entre os quais se incluem israelitas, jordanos e palestinos – lançaram-se esta terça-feira às águas do mar Morto, numa ação que pretendeu alertar para os problemas ambientais que atingem o lago, que se situa em Israel, Jordânia e Palestina, refere hoje o Diário de Notícias.

Atravessaram a nado, pela primeira vez, para atrair a atenção internacional para o possível desaparecimento – o nível do mar Morto continua a cair mais de um metro por ano. Outros problemas como o perigo de desvio das águas para o principal afluente, o rio Jordão; ou a evaporação contínua, estão também em destaque.

A preparação levou um ano, devido aos riscos relacionados com o esforço prolongado (mais de sete horas) em águas caracterizadas por uma salinidade de 36%. Para enfrentar o teste, os participantes usaram máscaras especiais.