UE cria novas parcerias europeias e investe quase 10 mil milhões de euros na transição ecológica e digital 

UE cria novas parcerias europeias e investe quase 10 mil milhões de euros na transição ecológica e digital 

A Comissão Europeia propôs esta terça-feira a criação de dez novas parcerias europeias entre a União Europeia (UE), os Estados-membros e a indústria. O objetivo é “acelerar a transição para uma Europa verde, com impacto neutro no clima e digital e tornar a indústria europeia mais resiliente e competitiva”, pode ler-se no boletim informativo da Comissão. A UE disponibilizará cerca de 10 mil milhões de euros de financiamento, esperando que este “contributo combinado” mobilize investimentos adicionais para apoiar as transições e tenha repercussões positivas a longo prazo no emprego, no ambiente e na sociedade, refere o boletim.

As parcerias europeias institucionalizadas que são propostas visam, segundo a Comissão, melhorar a preparação e a resposta da UE às doenças infeciosas, desenvolver aeronaves eficientes para uma aviação limpa, apoiar a utilização de matérias-primas biológicas renováveis na produção de energia, assegurar a liderança europeia nas tecnologias e infraestruturas digitais e tornar o transporte ferroviário mais competitivo.

Margrethe Vestager, vice-presidente executiva de “Uma Europa Preparada para a Era Digital”, afirma que “somos o melhor da Europa quando trabalhamos em conjunto”, acreditando que “este aspeto é particularmente importante quando se trata de dominar os desafios da transformação digital que nos afeta a todos e não conhece as fronteiras nacionais, tal como as alterações climáticas. As parcerias hoje propostas mobilizarão recursos para que possamos, em conjunto, tirar o máximo partido das tecnologias digitais, nomeadamente no interesse da nossa transição ecológica”.