Zoo celebra Dia Mundial da Serpente com atividades educativas para miúdos e graúdos

Zoo celebra Dia Mundial da Serpente com atividades educativas para miúdos e graúdos

Categoria Advisor, Agenda

No dia 16 de julho celebra-se o Dia Mundial da Serpente e a morada mais selvagem de Lisboa convida todos os amantes de animais e da natureza a participarem deste dia. O Zoo preparou várias atividades, cuidadosamente pensadas para criar uma maior consciencialização para a proteção e conservação, não apenas de répteis, mas dos animais em geral. Assim, os visitantes poderão aprender com atividades educativas e dinâmicas.

Neste dia, haverá a oportunidade de participar, no Reptilário, das 11h30 às 13h30, numa visita para observação de serpentes, guiada por um Educador do Centro Pedagógico. Para além disso, poderão ainda assistir à apresentação “Cobras & Lagartos”, no misterioso Bosque Encantado, às 17h30, onde será assinalado o Dia Mundial da Serpente, e outras curiosidades que explicam a importância destas espécies para o equilíbrio dos ecossistemas.

Ao vivo, todos os visitantes poderão ainda conhecer uma deslumbrante Pitão-reticulado. Os animais desta espécie são das maiores serpentes do Mundo, sendo que uma é mesmo vencedora do recorde no “Guinness Book of World Records” pelo seu comprimento de 11 metros, embora, em média, tenham entre 4 m e 6 m de comprimento. Naturais das florestas tropicais húmidas do sudeste asiático, as serpentes desta espécie vivem próximas de rios e lagos, muitas vezes perto de populações humanas, em terrenos cultivados. Apesar deste ofídio ainda não se encontrar classificado como “ameaçado”, a captura intensiva para o comércio ilegal da pele e de espécies exóticas pode vir a ser determinante para a sua sobrevivência.

As atividades deste dia, vão explorar a biologia dos diferentes grupos de répteis e alertar para a necessidade de os preservar, mostrando aos visitantes quais as diferentes formas de o fazer. Visite o Zoo no Dia Mundial da Serpente e faça uma autêntica viagem “rastejante” pelas inúmeras razões que o farão deslumbrar-se por estes maravilhosos répteis.