AdAM avança com redução de perdas e melhorias na rede de abastecimento de água

AdAM avança com redução de perdas e melhorias na rede de abastecimento de água

Categoria Advisor, Empresas

A AdAM (Águas do Alto Minho) está a implementar melhorias na rede para controlo e diminuição de volumes de perdas de água no âmbito da parceria para a gestão do sistema integrado de águas do Alto Minho.

De acordo com a empresa, trata-se de um investimento no valor de “13 milhões de euros”, a realizar através de candidatura ao programa POSEUR para Eficiência Hídrica, que visa “tornar mais sustentáveis as redes de abastecimento de água e de drenagem de águas residuais, reduzindo consideravelmente o volume de perda de água, bem como de afluências indevidas”, contribuindo para a “proteção dos recursos hídricos da região e promovendo o bem-estar das populações, com uma gestão mais eficiente deste limitado recurso essencial à vida”.

Neste âmbito, até ao final do ano de 2021 está prevista a “instalação de medidores de caudal, em todas as infraestruturas localizadas da rede de abastecimento de água, o que vai permitir aferir com exatidão o volume de água que entra no sistema e das perdas reais nos sete municípios”, refere um comunicado divulgado à imprensa.

Em curso está também o processo de controlo da gestão da rede de abastecimento de água, envolvendo a instalação de um sistema de telegestão que possibilitará receber e centralizar todos os dados dos equipamentos, (englobando mais de 600 pontos) e vai também permitir a atuação remota sobre as infraestruturas. Prevê-se que este processo esteja concluído até ao primeiro trimestre de 2022, segundo a mesma nota.

Paralelamente, a AdAM irá também implementar o WONE (Water Optimization for Network Efficienty), um sistema tecnológico desenvolvido dentro do Grupo Águas de Portugal pela EPAL, que permite a redução das perdas e a otimização do sistema de abastecimento, com resultados relevantes em termos económicos, sociais e ambientais.