ASPEA alarga projeto “Vamos Cuidar do Planeta” a várias regiões do país

ASPEA alarga projeto “Vamos Cuidar do Planeta” a várias regiões do país

A Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA), no ano letivo 2020/2021, alarga o projeto “Vamos Cuidar do Planeta” às regiões onde se encontram os seus núcleos regionais, como é o caso da região de Aveiro, Braga, Bragança, Viseu e Região Autónoma dos Açores.

Este projeto, financiado pelo Fundo EEA Grants operado, em Portugal, pela Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação Bissaya Barreto, no âmbito do Programa “Cidadãos Ativos”, tem como objetivo geral “reforçar a cultura democrática e a consciência cívica dos jovens em idade escolar, através da implementação da metodologia do projeto europeu Let´s take care of the planet!“.

Através da articulação entre departamentos curriculares e a área da educação para a cidadania a ASPEA tem como objetivo “fortalecer as capacidades de ação dos jovens em idade escolar”, aumentando as suas competências de liderança e comunicação, ou influenciar as políticas públicas através do envolvimento direto dos jovens nos processos de decisão, numa perspetiva de construção de sociedades ambientalmente responsáveis e socialmente justas.

Este projeto que iniciou em abril de 2019 e decorrerá até setembro de 2021 envolveu, no primeiro ano de implementação piloto, 27 agrupamentos, 32 escolas e mais de 800 alunos pertencentes a cinco Centros de Formação de Associação de Escolas das regiões de Azambuja, Benavente, Santarém, Torres Novas e Tomar, com quem se desenvolveram várias ações do projeto, nomeadamente: capacitação de técnicos, preparação de materiais e recursos pedagógicos, ações de comunicação, formação de professores e levantamento de temas ambientais prioritários para serem tratados pelos alunos e escolas.

A ASPEA propôs dois desafios virtuais aos alunos a serem trabalhados em família, para que mantivessem a sua ligação ao projeto, entre abril e junho de 2020. Segundo esta associação, os alunos participaram nos desafios, sobretudo no segundo desafio, que “constituía uma reflexão sobre a realidade que enfrentamos e os comportamentos que os alunos adquiriram neste período que consideram ter um impacte positivo no ambiente e na sua comunidade”.

A formação acreditada de professores do projeto, com o título: “Cultura democrática e consciência cívica nos jovens através do projeto Vamos Cuidar do Planeta!” irá replicar-se com os novos professores que venham a aderir ao projeto e será realizada na modalidade de oficina de formação com 25 horas presenciais e 25 horas de trabalho autónomo. Nas sessões presenciais os conteúdos são abordados seguindo metodologias ativas, desde a análise de estudos de caso, dinâmica de World Café, leituras críticas e discussões orientadas.

O trabalho autónomo dos professores, de 25 horas, implica as seguintes atividades: apresentação do projeto à comunidade escolar e aos alunos; desenvolvimento das diferentes fases do projeto na escola; organização de uma conferência escolar e elaboração de um relatório individual de reflexão crítica sobre a formação.

A ASPEA acredita ter uma boa adesão de escolas e professores, estando prevista a apresentação do projeto durante este mês de julho.