Dia Mundial da Perda de Água: Lisboa posiciona-se como uma das cidades mais eficientes do Mundo

Dia Mundial da Perda de Água: Lisboa posiciona-se como uma das cidades mais eficientes do Mundo

O Dia Mundial da Perda de Água assinala-se hoje pela primeira vez em todo o mundo, dia 4 de dezembro, estando a decorrer no Sri Lanka uma cerimónia comemorativa no âmbito do Congresso de Água e Desenvolvimento da Associação Internacional da Água (IWA). Este dia foi criado pelo Grupo Especialista das Perdas de Água da IWA com o objetivo de sensibilizar toda a população mundial para a quantidade de água potável que é perdida nos sistemas de distribuição.

Para combater as perdas de água na sua rede distribuição, a EPAL desenvolveu a solução WONE, um sistema de redução de perdas e otimização do sistema de abastecimento, que permitiu Lisboa tornar-se uma das cidades mais eficientes do mundo.

O WONE – Water Optimization for Network Efficiency é um sistema integrador de processos e de informação, que começou a ser desenvolvido em 2006 com a missão de disponibilizar indicadores de eficiência ao nível das perdas ocorridas nas redes de abastecimento de água, sendo atualmente utilizado por mais de uma dezena de entidades gestoras. Este sistema permite a integração dos dados provenientes das mais de 160 Zonas de Monitorização e Controlo criadas na rede de Lisboa, disponibilizando às equipas técnicas a informação necessária para que estas possam identificar com exatidão e rapidez os locais com possibilidade de melhoria ao nível da eficiência.

A utilização deste sistema tem conduzido à melhoria do desempenho e da eficiência da rede de abastecimento da EPAL, o que, combinado com intervenções de controlo ativo de fugas e com uma estratégia de renovação da rede, tem permitido reduzir os níveis de água não faturada em Lisboa para menos de metade, passando de 23,5%, em 2005, para 10% em 2018, que corresponde ao valor o nível económico de perdas da empresa.

Com este sistema a EPAL conseguiu a concretização, bem-sucedida, de uma estratégia focada na eficiência e na redução de perdas na sua rede de distribuição cuja relevância é inquestionável do ponto de vista da sustentabilidade económica, social e ambiental.

Consciente da importância que a mudança de comportamentos e atitudes dos diversos públicos têm na utilização eficiente da água, um bem cada vez mais escasso, a EPAL tem vindo ainda a apostar em ações de educação ambiental e sensibilização, sobretudo junto dos mais novos.