Meia tonelada de lixo recolhida no Estuário do Douro como cenário para “I can’t see the sea”

Meia tonelada de lixo recolhida no Estuário do Douro como cenário para “I can’t see the sea”

Categoria Águas, Ambiente

A partir de amanhã, o Fórum Internacional Gaia Todo um Mundo apresenta um programa de quatro dias que chama a sociedade civil a pensar e a discutir o desenvolvimento sustentável. “I can’t see the sea” é a performance que serviu de mote para a recolha de meia tonelada de lixo da Reserva Natural do Estuário do Douro, servindo de cenário para um momento artístico que espelha a poluição das águas marítimas.

Da autoria dos artistas Maurícia Barreira Neves e Jhonny Aguiar, a performance deu o mote para uma colaboração com a AMO Portugal – Associação Mãos à Obra Portugal que, juntamente com o movimento Limpar Portugal (World Cleanup Day 2018), levou a cabo a recolha de lixo no passado dia 15 de setembro.

Até dia 30, o Centro Histórico de Vila Nova de Gaia é palco de debate de vários temas relacionados com os recursos hídricos, a sustentabilidade e as soluções para Todo um Mundo assente em cooperação e equilíbrio. Da música às artes visuais, do cinema ao pensamento, Gaia é o centro de discussão de um futuro sustentável.