Siemens Portugal reforça proteção à rede de energia na Holanda

Siemens Portugal reforça proteção à rede de energia na Holanda

Categoria Ambiente, Energia

Com a entrada em funcionamento de cada vez mais micro-produtores, que não são controlados pelos operadores de rede, e com o descomissionamento, por toda a Europa, de centrais nucleares e a carvão que garantiam o serviço de rede conhecido como “black grid restoration (colocar em operação a central ou parte da rede elétrica sem ser necessário recorrer à rede de transmissão de energia) torna-se necessário equipar as centrais a gás que não têm esta
valência de origem.

A Holanda, tal como outros países europeus, tem vindo a liderar o caminho nestas transformações, sendo o projeto Enecogen BS o terceiro do género no país e o primeiro a ser desenvolvido pela Siemens Portugal.

O projeto Enecogen BS tem como objetivo dotar a central de ciclo combinado da Enecogen com a capacidade “Black Start”. A Siemens em Portugal tem uma equipa de engenheiros especializada no desenvolvimento e implementação deste tipo de projetos, tendo já realizado um projeto similar no Reino Unido.

A central de ciclo combinado, onde está a ser desenvolvido este projeto, pertence à Enecogen, uma parceria entre a Eneco (Holanda) e a Ørsted (Dinamarca) e o projeto é iniciado para servir a TenneT (operador de rede holandês). Esta central de ciclo combinado, que entrou em operação em 2011, tem uma capacidade de 870 megawatts e fornece energia a 1.4 milhões de habitações. Está situada na zona industrial do porto de Roterdão.